Página inicial FAPERGS
Bem-vindo!
Hoje, 23 de abril de 2017. 16:44
Buscar
Acesso ao Sistema de E-mail
Acesso ao SigFapergs
Notícias
22 de março de 2017 , 15:34

Oficina de Prioridades para o PPSUS mobilizou os agentes da pesquisa na área da saúde

Abertura do evento contou com a presença de diversos grupos de pesquisa em saúde do Estado.
Abertura do evento contou com a presença de diversos grupos de pesquisa em saúde do Estado.

Na manhã desta quarta-feira (22), na sede da Escola de Saúde Pública, foi realizada a abertura da Oficina de Prioridades para o Programa Pesquisa para o SUS- PPSUS/2017, um convênio entre a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul – FAPERGS, o Ministério da Saúde, através do Departamento de Ciência e Tecnologia- DECIT e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico- CNPq, com o apoio da Secretaria de Estado da Saúde.

Ao saudar os participantes, o diretor-presidente da FAPERGS, Odir Antônio Dellagostin, salientou a importância para a sociedade que tem este Programa- PPSUS, e enalteceu a comunidade científica da área da saúde por sua qualificação e forte atuação na pesquisa. Odir realizou uma apresentação de dados que refletem um panorama da pesquisa no Estado. “O Rio Grande do Sul é o Estado que possui a maior densidade de doutores do país e dos nove Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia gaúchos (INCT’s) - apoiados no último Programa do CNPq/FAPERGS- seis são da área da saúde, o que demonstra nossa competência estadual em pesquisa nesta área", destacou ele.

O diretor do Departamento de Gestão da Tecnologia da Informação da Secretaria Estadual de Saúde, Cristian Fabiano Guimarães, apresentou o Plano Estadual de Saúde e as diretrizes que visam promover a prevenção da saúde e o fortalecimento da atenção primária. “O Rio Grande do Sul tem 30 regionais de saúde, 5 Redes de Saúde e o Comitê Gestor de Política de Pesquisa em Saúde, da Secretaria Estadual da Saúde está trabalhando para que a atuação seja na promoção da saúde e não somente no combate à doença.

José Eloy dos Santos Junior, consultor técnico do Ministério da Saúde, explanou sobre as matrizes para a seleção das prioridades. “Este é o único edital do Ministério da Saúde que junta o gestor com o pesquisador para definirem as prioridades de investimento em pesquisa científica com aplicabilidade no SUS de uma forma compartilhada", fez referência José Eloy.

O evento terá continuidade nesta quinta-feira (23),  quando ocorrerá o fechamento dos grupos de trabalho com a apresentação das linhas prioritárias para os eixos estabelecidos.

Oficina de Prioridades

A Oficina de Prioridades tem o objetivo de promover o debate entre os profissionais da saúde em torno dos principais problemas de saúde da população do Estado, aproximando diversos grupos de pesquisas, visando a seleção das linhas prioritárias para investimentos em pesquisa para o próximo Edital PPSUS/2017, que será lançado no mês de abril.

O aporte de recursos investidos será de R$ 7,5 milhões em pesquisas científicas e tecnológicas para qualificar o Sistema Único de Saúde (SUS). São cinco os eixos que nortearão a seleção das linhas prioritárias:

1.Redução de morbimortalidade;

2.Qualificação da organização da rede de atenção;

3.Ações de educação para o sus;

4. Desenvolvimento e avaliação de tecnologias em saúde;

5.Determinantes e condicionantes socioambientais do processo saúde/doença.

PPSUS

O PPSUS é uma iniciativa de descentralização do fomento à pesquisa em saúde que prioriza a gestão compartilhada de ações, por meio da parceria entre instâncias estaduais e federais de saúde e de ciência e tecnologia.

Ass/Com- FAPERGS

FAPERGS - O futuro se faz com pesquisa | Desenvolvido pela PROCERGS

Expediente


Av. Borges de Medeiros, 261 / 2º andar - Centro Histórico, Porto Alegre - RS.
CEP: 90020-021
Fone: (51) 3221 4922
Fax: (51) 3221-5617
E-mail: fapergs@fapergs.rs.gov.br

Horário de funcionamento:
manhã: 8h30 às 12h
tarde: 13h30 às 18h
de Segunda à Sexta.

CNPJ: 93.017.663/0001-08
Governo do Estado do Rio Grande do Sul